AVISO:
Informamos a nossos visitantes que todo conteúdo deste blog foi migrado para o endereço abaixo:

http://saudecanaldavida.blogspot.com.br/

Dentro de poucos dias esse endereço: http://www.caldeiraodesaude.com/,deixará de funcionar.

Para continuar lendo a notícia clique em: Read the rest of this entry » no final de cada artigo.

sexta-feira

Os Efeitos Negativos do Cortisol

emforma.net
O cortisol não pode ser visto apenas como uma coisa má, cortisol é essencial à vida e é responsável por vários processos desde o estado de embrião, também funciona amplificando o efeito de outras hormonas no corpo humano. Pode inclusive ser ser usado de forma sintética (hidrocortisona) no combate a alergias e inflamações. Embora o cortisol tenha vários efeitos benéficos este artigo visa apenas os seus efeitos negativos.

Efeitos sobre o metabolismo

O efeito do cortisol sobre o metabolismo é facilitar a conversão de proteínas em glicogénio, sendo que causa degradação e inibição da síntese proteica, afectando principalmente proteínas musculares.

Influências externas

Os níveis de cortisol no sangue variam conforme a hora do dia, sendo os níveis mais altos no principio da manhã e mais baixo na fase do sono. Estas alterações são provocadas pela luz / escuridão através da retina que envia essa informação para os núcleos supraquiasmáticos no hipotálamo. Os níveis de cortisol também podem ser influenciados por ACTH, stress psicológico, stress fisiológico, trauma, febre, depressão, medo, temperaturas extremas e exercício físico. A secreção mínima varia de indivíduo para indivíduo.

Efeitos negativos

  • Atraso no metabolismo
  • A libertação mínima de cortisol tem como objectivo manter a homeostase após o stress, conservando o equilíbrio interno do organismo. O cortisol reage ainda como antagonista fisiológico da insulina, promovendo a quebra de moléculas de carbohidratos, lípidos e proteínas para mobilizar as reservas energéticas (também conhecido por encher o papo, uma reacção primitiva por parte do corpo humano para preservar a maior quantidade de calorias possível atrasando o metabolismo).
    Cortisol
    Cortisol
    Com altos níveis de secreção de cortisol também o sistema imunitário estará mais fraco, devido às atenuação das células inflamatórias. Este efeito aumenta os níveis de produção de glicogénio no fígado e também os níveis de glicemia.
  • Diminuição da capacidade de aprendizagem
  • A exposição regular a altos níveis de cortisol danifica células no hipocampo. Este dano contribui para a diminuição da capacidade de aprendizagem. No entanto, a exposição a curto prazo ao cortisol ajuda no processo de criar memórias.
  • Efeitos negativos no comportamento
  • Em demasia o cortisol provoca insónias (chega mesmo a alterar padrões de sono), depressão e alterações de humor.
  • Efeitos negativos na estrutura óssea
  • A redução da síntese de colagénio do tipo IO, provoca a inibição da construção de novas estruturas ósseas.
  • Efeitos negativos na massa muscular
  • Contribui para a perda muscular e o aumento da retenção de água (efeito similar à creatina) devido à perturbação criada no equilibro do corpo pelo sódio / potássio.

    Conclusão

    O cortisol é uma hormona segregada que quanto libertada em grandes níveis causa um conjunto de efeitos indesejados para quem quer aumentar a sua massa corporal e promover o anabolismo. Para além disso aumenta a glicemia (concentração de glicose no sangue) contribui para a resistência à insulina (hormona responsável pela redução da glicemia). Promove o crescimento de gordura abdominal e contribui para a síndrome metabólica. Pode também desencadear compulsão alimentar. Uma dieta bem estruturada pode ajudar a reduzir os níveis de cortisol.

0 comentários:

Postar um comentário

Total de visualizações de página